top of page

Paraty é para todos - passeio de 1 dia.

Atualizado: 15 de jan. de 2023

Turismo e Experiências


Quem me conhece sabe da paixão por esse pitoresco canto do litoral sul do Rio de Janeiro. Já estive diversas vezes em Paraty e sempre me proporciona diferentes experiências. E vai por mim, com esse roteirinho bacana pra quem passar o dia nesse cantinho do #riodejaneiro.

ruas de Paraty - Jan/2020
ruas de Paraty - Jan/2020

Em 2019, Paraty e Ilha Grande, foram promovidas a Patrimônio Histórico Mundial pelo Comitê da Unesco. Então pra quem curte arquitetura, cultura, história e turismo, o destino é certo!

Igreja de Santa Rita - jan/2020
Igreja de Santa Rita - jan/2020

Vamos ao que interessa!? Minha intenção aqui é trazer sinceridade, mostrar as experiências de perto e sem fantasias e visão romântica.


Paraty pode ser visitada o ano inteiro. Existe uma programação intensa ao longo do ano, como algumas especiais como a FLIP - Festa Literária Internacional de Paraty que esse ano foi adiada, mas prevista para julho de 2021.


Talvez você não saiba, mas Paraty é conhecida também por produção de cachaça. Atualmente são 7 alambiques com produções de pinga de altíssima qualidade e com selo de Indicação de Procedência. No mês de agosto acontece o Festival da Cachaça, Cultura e Sabores. Ta aí um bom período para visitar e esquentar o corpinho com uma "pinguinha" já que acontece no período do inverno.


Comer em Paraty não é nada barato. Ao que parece é que os almoços são mais econômicos que os jantares. Muitos restaurantes apresentam o cardápio logo na entrada com valores e menu, então você já consegue ter uma ideia de quanto custa e quanto poderá gastar se a escolha for essa. Normalmente, um prato simples, a base de peixe, para duas pessoas, custa em média R$70,00, sucos naturais média de R$ 12,00, caipirinha R$ 28,00 e pratos kids por R$ 30,00 de carne ou frango.

Já fui em alguns, e um dos mais tradicionais são o Paraty 33 e o Margarida Café, que a noite, viram baladinha com bandas e música ao vivo.

Paraty 33 - Jan 2020
Paraty 33 - Jan 2020

Se hospedar em Paraty é incrível, o difícil é a escolha pelas pousadas. São muitas e geralmente nada econômicas, mas atende todos os bolsos. Por isso a DICA é sempre reservar com bastante antecedência. As tarifas costumam ser bem mais econômicas quando compradas antes, isso é regrinha básica para um bom planejamento de qualquer viajante esperto.


A melhor região para se hospedar em Paraty sem dúvida é no Centro Histórico e onde estão as melhores hospedagens também. É pra ficar despreocupado, tudo fica perto, a área portuária para os passeios de barcos ás ilhas, as charmosas lojinhas, restaurantes e aos principais atrativos turísticos históricos da cidade. Quem está de carro, pode tentar as hospedagens mais afastadas e mais econômicas também. Tentar na Praia do Jabaquara, que tem ótimas opções e super charmosas também, ou até mesmo Trindade.



Pontos Negativos de Paraty


Paraty no alto e auge da temporada pode ser desgastante e bem desagradável. No cair da tarde as ruas são dominadas pelos visitantes. O acesso as lojas ficam mais difíceis e filas enormes em sorveterias e lanchonetes. Pela ausência de banheiros públicos e por conta do resfriamento do solo, o entorno da região central fica com forte odor de urina. E se for temporada de pancadas de verão, se prepare para pequenos alagamentos nas principais ruas da cidade. Mas confesso que para clicks fotográficos as ruas alagadas ficam realmente interessantes.


E vai por mim, pra quem nunca foi:

  • Use calçados confortáveis, nada de rasteiras ou chinelos, salto então, nem pensar off course!!! Tênis e até mesmo os "lindos" crocs, fará seu passeio mais agradável ao andar pelas famosas ruas de Paraty. Prefiro!

  • Para quem vai de Bate e Volta - O centro da cidade pela manhã é bem vazio e quase tudo fechado. Ideal é chegar no início da tarde pra curtir as lojas e os atrativos à luz do dia. O entardecer, quando o céu está limpo deixa a cidade ainda mais encantadora e reserve á noite para um barzinho ou restaurante.


Doces - Quebra Queixo -
Tabuleiro de Doces nas esquinas de Paraty
  • Não saia de lá sem comer os doces do tabuleiro. A cada esquina você verá um e o meu preferido sem dúvida é o quebra-queixo.


  • Pra quem deseja fazer um tour maior pela cidade, sugiro as charretes que ficam ano lado do rio. Você faz uma passeio bem legal de uns 40 minutos pelo entorno da cidade e o ponto alto do passeio, são as estórias e os causos que o charreteiro conta ao longo do passeio.


Paraty é para mim, é para você, é para todos. Cidade encantadora ao sul do Rio de Janeiro na conhecida Costa Verde, vizinha da Vila de Trindade e pertinho da divisa com São Paulo.


COMO CHEGAR: O acesso pra quem sai tanto do Rio quanto de SP, pode ser feito pela BR-101 (Rio-Santos) onde a vista e o cenário é maravilhoso. As rodoviárias também oferecem fácil acesso em ônibus de linha. E a novidade é que a Azul Conecta Linhas Aéreas para a temporada de 2020-2021, lançou vôos de rotas inéditas para Ubatuba, Angra e Paraty, feitas com aeronaves monomotores Cessna Gran Caravan.


Veja as distâncias aproximadas de algumas cidades:


São Paulo: 270 km

Rio de Janeiro: 250 km

Ubatuba: 73 km

Caraguatatuba: 120 km

Cunha: 47 km


Até a proxima!


Bjo


Clau




 

Já me segue no instagram @clau_parra_travel pra acompanhar as novidades e viagens em tempo real !!!

 

Comments


bottom of page